Pages

terça-feira, 10 de abril de 2012

O ANO DA MORTE DE RICARDO REIS

Comecei a ler =)



Neste magnífico romance, o heterônimo mais clássico do grande poeta português Fernando Pessoa, o horaciano Ricardo Reis, acha-se novamente em Lisboa, depois de uma temporada no Brasil, onde se auto-exilara. 

O ano é o de 1936, médico, educado pelos jesuítas e monarquistas, ele é um sábio capaz de se contentar em assistir ao espetáculo do mundo, como diz numa das epígrafes do livro. 
Aqui, porém, ele se vê confrontado com os acontecimentos de 1936, em Portugal e fora dele; de um lado, a ditadura fascista de Salazar; de outro, a gestação da Segunda Guerra Mundial, a Frente Popular francesa, a Guerra Civil espanhola, a expansão nazista na Europa. 
Um confronto, enfim, com um mundo que decerto não era um espetáculo.


Fonte: Companhia das Letras

Nenhum comentário:

Postar um comentário